fbpx
Colégio Valle dos Príncipes - Santarém

Colégio Valle dos Príncipes

Equipa

Amélia Nogueira

Diretora Pedagógica Creche

É Educadora de Infância e fez a sua formação na Escola Superior de Educação João de Deus tendo tirado também aí a sua licenciatura.

Trabalhou com todas as faixas etárias, desde a creche ao 1º ciclo, e nos últimos 18 anos como diretora pedagógica.

Procurou sempre enriquecer os seus conhecimentos, de modo a pô-los em pratica, com varias ações de formação e novas aprendizagens, mantendo-se informada e atualizada.

Abraçou o projeto Valle dos Príncipes desde a sua raiz no ano 2006, com a vontade de inovar e de dar confiança a quem os procura.

Considera-se uma pessoa dinâmica e responsável, atenta, educada e  harmoniosa, sensata,  exigente e respeitadora , proporcionando assim um ambiente de trabalho tranquilo com boa disposição e felicidade, pautando pelo rigor e qualidade no desempenho das funções a que se propõe para atingir os mais variados objetivos.

“Com o maior orgulho por pertencer a este grupo empresarial e esta equipa, sou Feliz, faço o que gosto.”

Paula Pinheiro

Ano letivo 2021/2022: Sala de 1 ano

Educadora de infância desde 2008, considera-se uma pessoa atenciosa, rigorosa, meiga e organizada.

Gosta de trabalhar com crianças e desenvolver nelas o gosto pelas atividades, adequando o processo educativo às suas necessidades e proporcionando as condições necessárias para que cada uma tenha uma aprendizagem com sucesso.

Rosélia Silva

Ano letivo 2021/2022: Sala de 2 anos

Educadora de infância, pelo Instituto Piaget, gosta de trabalhar com crianças, compreendê-las e desfrutar com elas os vários divertimentos e fantasias que lhes são característicos. Considera a sua profissão muito gratificante, pois o jardim-de-infância é muitas vezes o primeiro passo das crianças na sociedade e é nesta etapa que há mais desafios, quer na imaginação, sentido de humor e espírito alegre, quer nas respostas às mais diversas curiosidades das crianças. Para ela, ser educadora de infância é mostrar vários caminhos e possibilidades, ensinando a criança a crescer na sua imaginação, criatividade e desenvolvimento motor, descobrindo a sua individualidade e estimulando o seu contato com os outros. O maior desafio é que nestas idades não existem receitas, cada criança é um ser único e diferente, que a cada etapa nos ensina uma nova forma de educar.

Nathalie Baronet

Diretora Pedagógica do Pré-Escolar

Ano letivo 2021/2022: Sala dos 3 anos

Licenciada em Educação de Infância desde 2005, pelo Instituto Piaget, já desempenhou funções em todas as valências, sendo o pré-escolar o desafio mais estimulante.

Caracteriza-se como sendo uma pessoa bem-disposta, dinâmica, carinhosa e criativa.

Gosta de trabalhar com crianças e incutir-lhes as bases necessárias e essenciais para que cresçam em perfeita harmonia. É, por isso, uma pessoa exigente e sempre empenhada em melhorar e em adquirir novos conhecimentos para que pratique um bom ensino às suas crianças.

Mara Clemente

Ano letivo 2021/2022: Sala dos 4 anos

Educadora de Infância desde 2009 é uma pessoa calma, simpática e atenciosa, um pouco introvertida, numa primeira abordagem, mas mais comunicativa e participativa no dia-a-dia junto das suas crianças.

Trabalha diariamente para que os seus alunos consigam alcançar competências e bases sólidas para um futuro escolar cada vez mais exigente.

Elizabete Tadeia

Ano letivo 2021/2022: Sala dos 5 anos

Educadora de infância desde 2003, formada na Escola Superior de Educação de Santarém, já trabalhou em várias áreas da educação, mas a que mais a alicia é o pré-escolar onde as evoluções e os progressos são notórios diariamente.

Tem uma forma de estar na vida dinâmica, espontânea, brincalhona, rigorosa, dedicada, organizada e empenhada.

Para si, ser educadora não é só educar, ensinar ou gostar de crianças. É preciso também ser companheira de brincadeira, cabeleireira, enfermeira, cozinheira, cantora e muito mais!

Considera gratificante ter esta profissão (tantas numa só!) e de poder partilhar os seus dias com gente pequenina mas com grandes mentes.

Ana Aniceto

Ano letivo 2021/2022: 1º ano

“Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção.”

Paulo Freire

Mestre em Ensino do 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico pela Escola Superior de Educação de Santarém, leciona no 1º ciclo desde 2014, tendo passado pelo ensino privado e pelas AEC’s no ensino público.

Considera que o professor é um orientador da aprendizagem, inspirando os alunos na descoberta, na experimentação e na observação do mundo, de modo a que estes se tornem autónomos, críticos e agentes ativos na construção do seu conhecimento e das suas competências.

Ser professora é a sua paixão e considera uma missão de vida o seu trabalho “aprendendo a ensinar e ensinando a aprender”.

Ana Lúcio

Ano letivo 2021/2022: 2º ano

Mestre em Ensino do 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico pela Universidade de Aveiro, leciona no 1º ciclo desde que terminou o Mestrado, em 2012.

Tem uma grande paixão pela profissão, sobretudo pelo desafio a que se propõe todos os dias, pois considera que, para se ser professor é necessário saber criar vínculos e saber compreender os alunos, para se conseguir transmitir conhecimentos e desenvolver competências.

Cristela Pinto

Diretora Pedagógica 1º Ciclo

Ano letivo 2021/2022: 3º ano

Ser professor, tal como aprender, é um desafio exigente, um processo complexo de construção diária e contínuo.

Acreditando que a educação ao longo da vida se baseia em quatro pilares: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser, o professor tem como função ensinar… ensinar a aprender, ensinar a saber, ensinar a estar e ensinar a ser. É isso que, enquanto professora, procura ser, fazer, ensinar e aprender…

“Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender.” Augusto Cury

Diana Vicente

Ano letivo 2021/2022: 4º ano

Mestre em Educação do Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico possui experiência nas valências de Creche, Educação de Infância e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.

Considera que ser professora não é uma profissão, mas sim uma aventura na transmissão mútua de conhecimento, em que alunos e os professores estão sempre a aprender e a crescer. É o que realmente adora fazer e quando for velhinha gostava que os seus alunos a reconhecessem na rua e dissessem “Esta senhora foi a minha professora!”. Gostava  que se lembrassem com orgulho da sua sala de aula, onde a boa disposição, paciência e empenho não podem faltar, até porque ensinar é um privilégio, pois poderemos estar a formar astronautas, bombeiros, advogados, médicos, etc.

Rute Sá

Expressão plástica 1ºciclo

 “A suprema arte de ser professor é despertar entusiasmo em relação ao conhecimento e à expressão criativa” ( Albert Einstein)

Professora do 1º Ciclo do Ensino Básico, considera que são estes alicerces que têm tornado tão entusiasmante a missão de fazer aprender, de ensinar e de formar os seus alunos.

Desde cedo percebeu que a área do ensino a fascinava não existindo dúvidas relativamente ao percurso académico a seguir – docente do 1º Ciclo do Ensino Básico, tendo concluído a Licenciatura na Escola Superior de Educação de Santarém. Após o termino da Licenciatura esteve um ano ligada à Animação Cultural, nas Atividades Extracurriculares, tendo ingressado posteriormente na equipa de docentes do Colégio Valle dos Príncipes onde permanece desde 2007. Ao longo da sua permanência nesta instituição tem-se dedicado fundamentalmente à área do Apoio Educativo e à disciplina da Expressão Plástica, sendo um desafio diário no sentido de incentivar, facilitar, clarificar e preparar os alunos para o amanhã.

Considera-se uma profissional dedicada, criativa, empenhada, assertiva e sempre atenta às necessidades das crianças, com vista a prepará-las para o seu futuro! “Educar não se reduz a instruir, a transmitir conhecimentos e destrezas, mas sim a centrar-se no desenvolvimento integral da pessoa – atitudes, sentimentos e valores – que a fazem ser uma pessoa capaz de viver e conviver em sociedade.”

Marta Monge

ATL 1º Ciclo

“Educar é semear com sabedoria e colher com paciência”  -Augusto Cury

Licenciada em Educação Básica pela Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich desde 2016, já passou pelas diferentes valências desde a creche ao 1º Ciclo do Ensino Básico.

Acredita que o tempo passado na escola é muito importante para promover o crescimento e a aprendizagem das crianças e por isso tenta ser facilitador dessas vivências.

É apaixonada pela sua profissão e considera-se uma profissional dedicada, atenta e serena.

Cláudia Santos

ATL 1ºCiclo

Licenciada em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico pela Escola Superior de Educação de Santarém, desde 2001.

Professora por vocação e sonho de menina, considera que para se ensinar é preciso aprender diariamente com os desafios da sala de aula.

Professor e aluno fazem o seu percurso lado a lado, completando-se um ao outro.

Trabalhadora, responsável, compreensiva, simpática e um pouco introvertida ao início.

Ser professora é a sua paixão e considera uma missão de vida o seu trabalho “aprendendo a ensinar e ensinando a aprender”.

Auxilares Creche e Pré-escolar

Anabela Margarido

Iniciou o seu percurso como auxiliar de ação educativa em 2003 com crianças dos 6 aos 10 anos até 2005.

De 2006 a 2007 trabalhou com crianças e jovens desde a tenra idade de 1 ano até aos 18 anos.

Em 2007 ingressou no Colégio Valle dos Príncipes, passando por todas as valências desde o berçário, creche, pré-escolar, 1º Ciclo e por ultimo ATL

Com formação feita em 2012 obteve o certificado de motorista para o transporte coletivo de crianças, fazendo desde essa data, o transporte das várias escolas até ao Colégio Valle dos Príncipes.

Há 13 anos que faz parte deste projeto com o qual se identifica.

Sendo uma pessoa prática, descomplicada, colaboradora, atenta e cuidadora com os meninos pelos quais tenta fazer o melhor assim como com toda a equipa.

Tânia Freilão

Tirou o curso de técnica de ação educativa em 2008 e  desde daí que trabalha na área da educação.

Passando por diferentes faixas etárias desde a creche (berçário, 1 ano e 2 anos) ao pré-escolar (3, 4 e 5 anos), acompanha as crianças em todas as suas rotinas diárias e atividades, bem como na limpeza dos espaços.

Tem alguma capacidade em se adaptar ao meio e trabalhar com diferentes tipos de pessoas. Sente-se realizada com a profissão que escolheu.

Raquel Figueiredo

Assistente de Ação Educativa (nível 3 – tipo 5)

Iniciando a sua  atividade profissional na entidade  Enfis, Ensino Lda a 01 de setembro de 2008 e passando por todas as valências, sou uma pessoa apta a qualquer desafio que me seja proposto.

Um sorriso, um afeto, desde muito cedo  despertou em mim uma vontade imensa de trabalhar com crianças.

Educar é: saber ouvir, ser, estar, dar em cada momento do desenvolvimento de cada criança. Este é o meu desafio diário para formar crianças felizes.    

Marta Louriceira

 Auxiliar de ação educativa neste Colégio há 13 anos, sempre trabalhei nesta área da qual gosto muito.

Sou uma pessoa alegre, amiga e extrovertida.

As crianças dão-nos sempre novas aprendizagens e outras perspetivas  da vida , o que nos enriquece enquanto pessoas.

.

Elisabete Campos

Trabalha na área da educação desde 1996. Como auxiliar de ação educativa, passou por várias valências dando sempre o seu melhor em prol das crianças.
O seu envolvimento em diversos projetos ao longo do seu percurso permitiu-lhe ganhar um leque de experiências profissionais que enriqueceram o seu conhecimento e que acabam por ser uma mais valia no seu dia a dia.
Com um gosto especial para as artes, gosta de reinventar, criar, construir, dando sempre o seu toque estético.
De carácter calmo e paciente, admite que possa ter um semblante mais sério mas, quem a conhece e passou pelo seu caminho continua a tratá-la por “Betinha” ou “minha Beta”. E é assim que ela gosta de ser tratada, e é assim que ela trata as crianças… com abraços, carinho e ternura.